“Ei eu gostaria de saber o que tem dentro de você? Flores, dores ou amores?”
Antonio.    (via principar)

“E essa mania de lembrar de tudo feito um gravador…”
Clarice Falcão    (via alentador)

“Uma vez me falaram que amar é se jogar de um precipício sem saber se lá embaixo vai ter alguém para segurar a gente. Foi a melhor definição de amor que já ouvi. Eu, que escrevo tanto e leio tanta gente que fala dessas coisas que damos o nome de sentimento, nunca tinha escutado nada tão verdadeiro. Amar é isso mesmo. É se jogar e não saber. É se entregar sem ter certeza. Aos poucos, buscamos a certeza do amor. Porque o amor para ser amor precisa de certezas. A certeza do encontro, a certeza da continuidade, a certeza da presença, a certeza da verdade.”
Clarissa Corrêa.   (via principar)

“Mas é que nunca fui bom com perdas, de brinquedos a pessoas.”
Gramaticas. (via gramaticas)

“Ah, o abraço… Tem coisa melhor do que encostar a cabeça no peito e ficar ouvindo o coração de quem a gente ama batendo?
Restos de um naufrágio.  (via autorias)

©